Nova Odessa: Cadastro para entrega de cestas básicas passa a ser feito apenas na Diretoria de Gestão Social e Cid

A Diretoria de Gestão Social e Cidadania da Prefeitura de Nova Odessa vai centralizar, em sua sede (Rua Anchieta, número 130, Centro), o cadastro para entrega de cestas básicas às famílias com situação comprovada de vulnerabilidade em razão da pandemia de coronavírus.

Até sexta-feira (24), o cadastro também podia ser feito através do site da prefeitura. As famílias que enfrentam dificuldades momentâneas, estão dentro dos critérios estabelecidos e ainda não fizeram o cadastro, devem agendar o atendimento pelos telefones 3476-1358, 3476-1988 e 99960-2541, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

A Prefeitura está realizando uma força-tarefa para concluir o trabalho em cima dos 445 cadastros ainda em avaliação, do total de 2.994 que já foram feitos, para que as famílias também tenham direito à cesta básica. Outros 253 cadastros dependem da entrega de documentos por parte das famílias e 808 foram indeferidos por conta de algum tipo de inconformidade (como residir em outro município e ter renda per capita acima de 1/3 do salário mínimo).

A Prefeitura de Nova Odessa já realizou duas entregas de cestas básicas, totalizando 1.280 unidades para famílias em situação de vulnerabilidade. A terceira entrega acontecerá nesta quinta-feira (30). A medida de socorro foi determinada pelo prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza e faz parte a ação emergencial ‘Nova Odessa decreta Estado de Solidariedade’.

Os pedidos serão analisados por técnicos da Diretoria de Gestão Social e Cidadania. Aqueles que atenderem aos requisitos serão imediatamente chamados pelo órgão para apresentação de documentos comprobatórios e agendamento para entrega do benefício em um local que será definido pela Administração Municipal. De acordo com decreto municipal, para ter direito à cesta básica, é preciso comprovar residência em Nova Odessa e ter renda familiar per capita de até um terço de salário mínimo (R$ 346,33).

“É importante reforçar que a medida é direcionada a famílias de Nova Odessa com problemas momentâneos em função da crise provocada pela pandemia. Queremos ajudar trabalhadores autônomos, informais e profissionais sem renda fixa desamparados nesse momento de quarentena”, afirmou a diretora de Gestão Social e Cidadania, Patrícia Pereira. “Por meio desses números de telefone, fazemos uma triagem inicial e damos todas as orientações necessárias para a solicitação do benefício”, explicou a diretora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *