Ford fecha fábricas no Brasil: veja perguntas e respostas

Depois de mais de 100 anos produzindo no Brasil, a Ford anunciou nesta segunda-feira (11) o encerramento de sua produção de veículos no país.

A decisão afeta as fábricas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE), mas a montadora segue com sua operação de vendas e assistência técnica no país, focando em produtos importados.

Ao todo, a montadora possui 6.171 funcionários no Brasil e fechou 2020 como a quinta que mais vendeu carros, com 7,14% do mercado nacional.

O que a Ford anunciou?

A empresa anunciou o fechamento de suas três fábricas no Brasil. Com a decisão, as instalações de Camaçari (BA) e Taubaté (SP) pararam de funcionar imediatamente, porém, manterão apenas a produção de peças por alguns meses para o estoque.

Sua outra fábrica, destinada a produção de jipes da Troller, em Horizonte (CE), será fechada no último trimestre de 2021.

A Ford está saindo do Brasil?

A montadora disse que segue vendendo carros no Brasil em sua rede de concessionárias. Os modelos serão importados principalmente da Argentina e do Uruguai. A Ford disse ainda que todos os clientes seguirão com assistência de manutenção e garantia.

Ainda serão mantidos o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, além do campo de provas e da sede administrativa para a América do Sul, ambos no estado de São Paulo.

O que acontece com quem tem carro da Ford?

A montadora afirmou que manterá as vendas, serviços, peças de reposição e garantia para seus clientes no Brasil.
A empresa disse que não há mudança em sua rede de lojas neste momento.

Que carros vão sair de linha?

EcoSport, Ka e o Troller T4 vão sair de linha. De acordo com a montadora, ainda existem unidades disponíveis, então eles continuarão a ser vendidos até que o estoque se esgote.

A Ford está em crise global?

Desde 2018 a Ford passa por um processo de reestruturação global. O primeiro passo foi desistir de maior parte de sedãs nos EUA, incluindo Fusion e Fiesta, para ter linha com 90% de SUVs, picapes e veículos comerciais.

Além de demissões na Europa e nos Estados Unidos, a empresa fechou fábricas na Austrália, após 91 anos no país, e na França, em Blanquefort.

No Brasil, o processo de mudanças começou em 2019, com o encerramento da produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), depois de 52 anos. Na época, a empresa parou de produzir e vender caminhões no país, seguindo com o negócio de automóveis.

Em 2020, a Ford vendeu 119.454 carros no Brasil, segundo dados da associação das montadoras, a Anfavea. O resultado representou uma queda de 39,2% na comparação com 2019. A queda observada foi maior do que a registrada pelo segmento de automóveis. Em 2020, o tombo foi de 28,6%, para 1.615.942.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *