Audiência Pública para discutir a PEC 32 é agendada pelo Vereador Paulão e contará com líderes do movimento “BASTA”, da CSPB e pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Hortolândia

Nesta segunda-feira (24), o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Hortolândia – STSPMH, José Carlos Bispo da Paz (Bispo), os diretores, Valdivino Pimentel de Sá, Sônia Andrade de Azevedo, Severino Luiz da Silva e o consultor do Sindicato Abelardo Pinto Junior estiveram na Câmara Municipal de Hortolândia para uma reunião com o Presidente da Casa Legislativa o Sr. Paulo Pereira Filho. (Paulão).

O presidente do STSPMH externou suas preocupações quanto há manutenção dos direitos dos servidores públicos, das Leis aprovadas e as que vem sendo discutidas a nível Federal.

A tesoureira Sônia, que também esteve presente, comentou que a Hortoprev deverá apresentar até o mês que vem, proposta de Lei à ser discutida na Câmara e que o Sindicato apresentará um documento com sugestões de artigos que garantam aos servidores ativos, a manutenção dos seus direitos, uma vez que, o último atuarial não apresentou justificativa para mais alterações.

Bispo ratificou que a Emenda 103 e agora a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) número 32 alteraram dispositivos importantes e que usurpam direitos conquistados dos trabalhadores. Lembrou que o Servidor já está pagando 3% (três por cento) a mais de alíquota previdenciária e que outras mudanças não se sustentam.

Paulão reassumiu seu interesse e esforço para garantir a manutenção desses direitos e agendou uma audiência pública para a próxima terça-feira (01/06) às 19 horas, com a participação de diretores e consultores do “BASTA”, da CSPB – Confederação dos Servidores Públicos do Brasil, na pessoa de seu Presidente João Domingos dos Santos, da diretoria do Sindicato de Hortolândia e convidados, dentre eles a Srs. Cristina Gomes, coordenadora nacional do setor público da força sindical, para discutirem o tema e orientar os servidores quanto a essas mudanças.

O Presidente Paulão confirmou que será enviado à Brasília, moção de repúdio a PEC 32 de iniciativa do Vereador Luiz Carlos Silva Meira, assinada por todos os vereadores, e assumiu caminhar junto com a Entidade Sindical na defesa dos servidores públicos do município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *