Encerrou-se, no dia 31 de julho, o prazo para escolas públicas aderirem ao programa “Aprender Valor”

Que é importante estimular o desenvolvimento de competência e habilidades relacionadas à educação financeira e ao consumo para gestores, dirigentes e estudantes do Ensino Fundamental todo mundo já sabe.

O programa Aprender Valor, que esteve aberto para adesão de escolas da rede pública municipal e estadual se encerrou no dia 31/07/2021.

O Aprender Valor é uma iniciativa do Banco Central do Brasil que tem como objetivo estimular o desenvolvimento de competências e habilidades de Educação Financeira e Educação para o Consumo em estudantes das escolas públicas brasileiras. Financiado com recursos do Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o programa vem sendo implementado desde o início de 2020, em caráter experimental (fase piloto), em escolas selecionadas de cinco estados (Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará e Paraná) mais o Distrito Federal.

O programa já conta com a participação de 3.988 escolas no Aprender Valor, em mais de 800 municípios em todas as regiões do país.

Vale lembrar que na prática, o programa vai disponibilizar, via plataforma online, formações específicas para aperfeiçoar o desenvolvimento profissional dos gestores escolares e professores.

Os projetos escolares são compostos por sequências didáticas que trazem a Educação Financeira aplicada de forma transversal e integrada a componentes curriculares obrigatórios, conforme orienta a Base Nacional Comum (BNCC).

Tudo indica que a plataforma do programa contempla alguns pontos, dentre eles, formação para equipe gestora da escola e professores; propostas de ações para a implementação do Programa durante o ano letivo; recursos educacionais, como sequência didáticas, rotinas e planos de aula; e avaliações de aprendizagem dos alunos.

Para Rafael Dombrauskas, do Aprender Valor e da equipe de matemática da Seduc-SP, o programa explica temas fundamentais para o cenário social e econômico atual. “A pandemia de Covid- 19 trouxe consequências econômicas, financeiras e desemprego para muitas pessoas. Diante desse cenário que ainda estamos vivenciando, introduzir temas como dinheiro, consumo, poupança e planejamento no contexto escolar causa um impacto positivo na vida individual e coletiva, no presente e no futuro”, resume.

(Por: Rita Oliveira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *